O QUE É  RIO+20?

 

  • O nome Rio+20 se refere ao aniversário de 20 da Rio 92.

 

  • A Rio+20 marca o 20° aniversário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (UNCED), realizada no Rio de Janeiro em 1992, eo 10° aniversário da Cúlpula Mundial sobre desenvolvimento Sustentável (WSSD), promovida em Joanesburgo em 2002.

 

  • Com a presença de Chefes de Estados e Governadores ou outros representantes, a expectativa é de uma conferência mais alto nível.

 

 O que é a "Rio+20"?

 

“Rio+20”, como é conhecida a Conferência das Nações Unidas Sobre o Desenvolvimento Sustentável, acontecerá no Rio de Janeiro, Brasil, em junho de 2012 – vinte anos após o marco que representou a Cúpula da Terra (Rio 92). A Rio+20 representa também uma oportunidade de olharmos para o futuro, para o mundo que queremos ter daqui a 20 anos.
 
Na Conferência Rio+20 líderes mundiais, juntamente com milhares de participantes do setor privado, ONGs e outras organizações, trabalharão em conjunto para formular soluções que possam ajudar a reduzir a pobreza, promover maior igualdade social e assegurar a segurança ambiental para um planeta que experimenta um tremendo crescimento populacional.
 
As discussões oficiais estarão focadas em dois temas principais: como desenvolver uma economia verde de forma a alcançarmos um desenvolvimento sustentável e tirar as pessoas da pobreza; e como ampliar a coordenação internacional para o desenvolvimento sustentável.
 
É uma oportunidade histórica para definirmos os caminhos para um futuro sustentável, com mais emprego, mais fontes de energia limpa, mais segurança e um padrão de vida decente para todos.
 

 
“A Rio+20 será uma das mais importantes reuniões globais sobre desenvolvimento sustentável do nosso tempo.” 

– Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon

Por que precisamos da Rio+20?

Se desejamos deixar um mundo habitável para nossos filhos e netos, os desafios representados pela pobreza generalizada e pela destruição do meio ambiente precisam ser enfrentados e resolvidos agora.
 

  •  O mundo tem hoje 7 bilhões de pessoas – em 2050, seremos 9 bilhões.
  •  Uma em cada cinco pessoas – 1,4 bilhão de pessoas – vive atualmente com um dólar e 25 centavos ou menos por dia.
  •  1 bilhão e meio de pessoas no mundo todo não têm acesso a eletricidade.
  •   2 bilhões e meio de pessoas não têm vaso sanitário.
  • Quase um bilhão de pessoas passam fome todo dia.
  •  A emissão de gases de efeito estufa continua a crescer, e mais de um terço de todas as espécies conhecidas podem desaparecer se as mudanças climáticas continuarem sendo desconsideradas.

 
A Cúpula da Terra de 1992 estabeleceu princípios fundamentais. A Rio+20 representa uma nova oportunidade para pensarmos globalmente, de modo que possamos todos agir de forma local e assim assegurarmos um futuro comum para todos nós.
 
 
Bibliografia
http://www.ofuturoquenosqueremos.org.br/about.php

 

Nome: Letícia

 

O que é a Rio+20 

 



Rio+20 é o nome da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que ocorrerá na cidade do Rio de Janeiro de 13 a 22 de junho de 2012. Deverão participar líderes dos 193 países que fazem parte da ONU.

Objetivo
O principal objetivo do Rio+20 é renovar e reafirmar a participação dos líderes dos países com relação ao desenvolvimento sustentável no planeta Terra. É, portanto uma segunda etapa da Cúpula da Terra (ECO-92) que ocorreu a 20 anos na cidade do Rio de Janeiro.

Principais temas que serão debatidos:

  •  Balanço do que foi feito nos últimos 20 anos em relação ao meio ambiente;
  •  A importância e os processos da Economia Verde;
  • Ações para garantir o desenvolvimento sustentável do planeta;
  • Maneiras de eliminar a pobreza;
  • A governança internacional no campo do desenvolvimento sustentável.


Link: http://www.suapesquisa.com/ecologiasaude/rio20.htm

Nome:Wallace

http://static.ak.fbcdn.net/rsrc.php/v2/y4/r/-PAXP-deijE.gif

 

O que é a Rio+20?


                  Nesta edição especial sobre "desenvolvimento sustentável" vamos tentar esclarecer sobre os objetivos e expectativas da Rio+20, tendo em vista que as negociações para o documento final da Conferência Rio+20 já estão sendo realizadas.
                 Vinte anos após a Cúpula da Terra, realizada no Rio em 1992, a Rio+ 20 será mais uma oportunidade de refletir sobre o futuro que queremos para o mundo nos próximos vinte anos.
                 Nessa conferência, líderes mundiais, milhares de participantes do setor privado, ONGs e outros grupos se reunirão para determinar como é possível reduzir a pobreza, promover a justiça social e a proteção do meio ambiente em um planeta que é cada vez mais habitado.
                 Segundo Brice Lalonde, esta é uma oportunidade histórica para desenvolver idéias que possam promover um futuro sustentável - um futuro com mais postos de trabalho, com fontes de energia limpa, com mais segurança e com um padrão de vida decente para todos. "O Rio+20 é um dos maiores encontros mundiais sobre o desenvolvimento sustentável do nosso tempo", disse Brice.
(Entrevista: Brice Lalonde, Coordenador Executivo da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Entrevista por Maha Fayek)


http://www.rio20.info/2012/noticias-2/o-que-e-a-rio20

 

 Rio+20
BRASIL, RIO DE JANEIRO, SOBRE, CONFERENCIA, RIO+20



             A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, aRio+20, será realizada de 13 a 22 de junho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro. A Rio+20 é assim conhecida porque marca os vinte anos de realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92) e deverá contribuir para definir a agenda do desenvolvimento sustentável para as próximas décadas.

              A proposta brasileira de sediar a Rio+20 foi aprovada pela Assembléia-Geral das Nações Unidas, em sua 64ª Sessão, em 2009.

             O objetivo da Conferência é a renovação do compromisso político com o desenvolvimento sustentável, por meio da avaliação do progresso e das lacunas na implementação das decisões adotadas pelas principais cúpulas sobre o assunto e do tratamento de temas novos e emergentes.

 

A Conferência terá dois temas principais:


               A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza; e
               A estrutura institucional para o desenvolvimento sustentável.
               A Rio+20 será composta por três momentos. Nos primeiros dias, de 13 a 15 de junho, está prevista a III Reunião do Comitê Preparatório, no qual se reunirão representantes governamentais para negociações dos documentos a serem adotados na Conferência. Em seguida, entre 16 e 19 de junho, serão programados eventos com a sociedade civil. De 20 a 22 de junho, ocorrerá o Segmento de Alto Nível da Conferência, para o qual é esperada a presença de diversos Chefes de Estado e de Governo dos países-membros das Nações Unidas.
               

             Os preparativos para a Conferência
           A Resolução 64/236 da Assembleia-Geral das Nações Unidas determinou a realização da Conferência, seu objetivo e seus temas, além de estabelecer a programação das reuniões do Comitê Preparatório (conhecidas como “PrepComs”). O Comitê vem realizando sessões anuais desde 2010, além de “reuniões intersessionais”, importantes para dar encaminhamento às negociações.
          Além das “PrepComs”, diversos países têm realizado “encontros informais” para ampliar as oportunidades de discussão dos temas da Rio+20.

          O processo preparatório é conduzido pelo Subsecretário-Geral da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais e Secretário-Geral da Conferência, Embaixador Sha Zukang, da China. O Secretariado da Conferência conta ainda com dois Coordenadores-Executivos, a Senhora Elizabeth Thompson,
ex-Ministra de Energia e Meio Ambiente de Barbados, e o Senhor Brice Lalonde, ex-Ministro do Meio Ambiente da França. Os preparativos são complementados pela Mesa Diretora da Rio+20, que se reúne com regularidade em Nova York e decide sobre questões relativas à organização do evento.           fazem parte da Mesa Diretora representantes dos cinco grupos regionais da ONU, com a co-presidência do Embaixador Kim Sook, da Coréia do Sul, e do Embaixador John Ashe, de Antígua e Barbuda. O Brasil, na qualidade de país-sede da Conferência, também está representado na Mesa Diretora.
           Os Estados-membros, representantes da sociedade civil e organizações internacionais tiveram até o dia 1º de novembro para enviar ao Secretariado da Conferência propostas por escrito. A partir dessas contribuições, o Secretariado preparará um texto-base para a Rio+20, chamado “zero draft” (“minuta zero” em inglês), o qual será negociado em reuniões ao longo do primeiro semestre de 2012.


http://www.rio20.gov.br/sobre_a_rio_mais_20


Nome: Fernanda

 

Afinal de contas, o que é Rio+20?

 

     O Brasil inteiro já está entrando no clima da Rio+20, mas você sabe o que, afinal de contas, vai ser o evento? A Rio+20 é a Conferência das Nações                      

     Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que vai acontecer no Rio de Janeiro este ano.
     O objetivo é reunir diversos líderes do mundo inteiro para discutir como podemos transformar o mundo em um lugar melhor e quais atitudes podem ser tomadas em prol do desenvolvimento sustentável.

      É o maior evento do mundo na área de sustentabilidade e é onde o futuro inteiro do planeta pode ser decidido!

       A conferência se chama Rio+20 porque há exatos 20 anos o Rio de Janeiro recebeu a Eco92, outra reunião desse grau de importância, também promovida pela ONU.

      De lá saíram vários documentos importantíssimos, como a Agenda 21, a Carta da Terra e asConvenções do Clima e da Diversidade Biológica. E foi aí também que iniciaram os debates que resultaram no famoso Protocolo de Quioto.

      Foi na Eco92 que ficou famosa Serven Suzuki, uma menina, na época com 12 anos, juntou dinheiro com seus três amigos – Michelle Quigg, Vanessa Suttie e Morgan Geisler – para vir do Canadá até aqui e surpreender o mundo com esse discurso aí embaixo: Essa é mais uma chance para os chefes de estado do mundo inteiro tomarem alguma atitude para desenfrear a destruição causada pelo ser humano e assumir compromissos com o futuro.

      É claro que isso não depende só dos políticos, mas de cada um de nós também. Por isso, no mesmo período da Rio+20 acontecerá, também no Rio de Janeiro, a Cúpula dos Povos. O evento vai contar com temas e debates bem semelhantes aos da Rio+20, mas será organizado pela própria sociedade civil.

       Como há uma infinidade de temas interessantíssimos a serem debatidos e estudados, iremos fazer uma série de posts para vocês ficarem muito bem informados sobre o que vai rolar por lá.
http://www.mudarock.com.br/blog/mudamais/rio-20/

Nome: Flaviane

 

 

 

O que é a “Rio+20”?

 

      “Rio+20”, como é conhecida a Conferência das Nações Unidas Sobre o Desenvolvimento Sustentável, acontecerá no Rio de Janeiro, Brasil, em junho de 2012 – vinte anos após o marco que representou a Cúpula da Terra (Rio 92). A Rio+20 representa também uma oportunidade de olharmos para o futuro, para o mundo que queremos ter daqui a 20 anos.


       Na Conferência Rio+20 líderes mundiais, juntamente com milhares de participantes do setor privado, ONGs e outras organizações, trabalharão em conjunto para formular soluções que possam ajudar a reduzir a pobreza, promover maior igualdade social e assegurar a segurança ambiental para um planeta que experimenta um tremendo crescimento populacional.

        As discussões oficiais estarão focadas em dois temas principais: como desenvolver uma economia verde de forma a alcançarmos um desenvolvimento sustentável e tirar as pessoas da pobreza; e como ampliar a coordenação internacional para o desenvolvimento sustentável.

        É uma oportunidade histórica para definirmos os caminhos para um futuro sustentável, com mais emprego, mais fontes de energia limpa, mais segurança e um padrão de vida decente para todos.


        “A Rio+20 será uma das mais importantes reuniões globais sobre desenvolvimento sustentável do nosso tempo.”
– Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon

 

Por que precisamos da Rio+20?


Se desejamos deixar um mundo habitável para nossos filhos e netos, os desafios representados pela pobreza generalizada e pela destruição do meio ambiente precisam ser enfrentados e resolvidos agora.

  • O mundo tem hoje 7 bilhões de pessoas – em 2050, seremos 9 bilhões.
  •  Uma em cada cinco pessoas – 1,4 bilhão de pessoas – vive atualmente com um dólar e 25 centavos ou menos por dia.
  • 1 bilhão e meio de pessoas no mundo todo não têm acesso a eletricidade.
  • 2 bilhões e meio de pessoas não têm vaso sanitário.
  •  Quase um bilhão de pessoas passam fome todo dia.
  •  A emissão de gases de efeito estufa continua a crescer, e mais de um terço de todas as espécies conhecidas podem desaparecer se as mudanças climáticas continuarem sendo desconsideradas.


        A Cúpula da Terra de 1992 estabeleceu princípios fundamentais. A Rio+20 representa uma nova oportunidade para pensarmos globalmente, de modo que possamos todos agir de forma local e assim assegurarmos um futuro comum para todos nós.


http://www.ofuturoquenosqueremos.org.br/about.php

Nome: Ana Paula

 

O que é a Rio+20?



A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (UNCSD ou, como é conhecida, Rio+20), que está sendo organizada conforme a Resolução 64/236 da Assembleia Geral (A/RES/64/236), ocorrerá no Brasil de 20 a 22 de junho de 2012.

A Rio+20 marca o 20º aniversário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (UNCED), realizada no Rio de Janeiro em 1992, e o 10º aniversário da Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável (WSSD), promovida em Joanesburgo em 2002. Com a presença de Chefes de Estado e de Governo ou outros representantes, a expectativa é de uma Conferência do mais alto nível.
 
 
 

Blog | ONU Brasil na Rio+20

www.onu.org.br

ONU Brasil na Rio+20 - Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável

 

Nome:Louise Cardoso Silva

 

 

O que é Rio+20?

 

Você já deve ter lido na internet ou visto na TV que, em 2012, o Brasil será sede de uma importante conferência da ONU - Organização das Nações Unidas*: a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, apelidada de Rio+20*. Mas você faz ideia do que acontecerá durante esse evento? Do que ele representa para o nosso futuro? 

Em junho, líderes dos 193 Estados que fazem parte da ONU, além de representantes de vários setores da Organização, se reunirão para discutir como podemos transformar o planeta em um lugar melhor para viver, inclusive para as futuras gerações. Uma grande responsabilidade, não é mesmo? 

A ideia da realização dessa Conferência no Brasil foi do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, em 2007, fez a proposta para a ONU. E você sabe por que o evento recebeu o nome de Rio+20? Porque a reunião acontecerá no Rio de Janeiro, exatamente 20 anos depois de outra conferência internacional que tinha objetivos muito semelhantes: a Eco92, também promovida pela ONU, na capital fluminense, para debater meios possíveis de desenvolvimento sem desrespeitar o meio ambiente. 

O evento rendeu a criação de vários documentos importantes - como a Agenda 21, a Carta da Terra e as Convenções do Clima e da Diversidade Biológica -, além de ter consagrado uma menina de - acredite! -, apenas, 12 anos. 

Trata-se da pequena canadense Severn Suzuki, fundadora do movimento Eco - Organização Ambiental das Crianças, que ficou marcada na história da Eco92 ao juntar dinheiro, junto com três amigos - Michelle Quigg, Vanessa Suttie e Morgan Geisler* - para viajar para o Brasil e falar para os mais importantes líderes do planeta, na época. Em um discurso pra lá de emocionante, a menina pediu aos adultos mais respeito pelo mundo que eles deixariam para ela e suas futuras gerações. (Assista ao vídeo da apresentação de Suzuki na Eco92, no final deste texto). 

Vinte anos depois, a Rio+20 reunirá os líderes de todo o mundo para fazer um balanço do que foi feito nas últimas duas décadas e discutir novas maneiras de recuperar os estragos que já fizemos no planeta, sem deixar de progredir. Mas pensar em alternativas para diminuir o impacto da humanidade na Terra não é responsabilidade, apenas, dos governantes: é nossa também. Afinal, todas as atitudes que tomamos no dia a dia - do tempo que demoramos para escovar os dentes ao meio de transporte que escolhemos para ir à escola - afetam, de alguma maneira, o planeta e, por consequência, nossa vida. 

Por isso, no mesmo período da reunião oficial da Rio+20, o Rio de Janeiro sediará, também, a Cúpula dos Povos: um evento que contará com debates, palestras e uma porção de outras atividades, sobre os mesmos temas da Conferência da ONU, mas que serão promovidos por grupos da sociedade civil - como ONGs e empresas. 

A ideia é que todos os setores da sociedade discutam, ao mesmo tempo, maneiras de transformar o planeta em um lugar melhor para vivermos. Afinal, a união faz a força, certo? E até mesmo quem estiver de fora dessas duas reuniões pode ajudar, pensando em maneiras de diminuir seu impacto na Terra. Que tal tomar banhos mais curtos? Ou desligar a TV, enquanto usa o computador e vice-versa? Pense em atitudes que você pode adotar para melhorar o planeta em que vivemos e compartilhe com seus amigos, pais e professores - e, também, aqui, com a gente! Você pode incentivar muitas outras pessoas a fazer o mesmo... 


http://planetasustentavel.abril.com.br/planetinha/fique-ligado/rio-20-conferecia-onu-desenvolvimento-sustentavel-635317.shtml

Nome: Thalles Suezawa